Nossa Visão: Missões na Visão Estratégica

Deus nos tem dado uma visão apostólica e profética para missões no tempo do fim, na qual o ministério missionário é um apostolado, ou seja, um ministério de conquista territorial estratégica onde, antes de começarmos a evangelizar, precisamos identificar o valente e amarrá-lo em nome de Jesus. É um chamado apostólico, pois também compreende o estabelecimento de locais de treinamento de líderes e de intercessores preparados em guerra espiritual.

Sabemos que o anticristo irá estabelecer o seu domínio, com a permissão do Senhor, em cidades estratégicas a fim de dominar o mundo. Porém, antes disto, Deus levantará o Seu exército, estabelecendo quartéis-generais, equipando pastores e gerando intercessores a fim de que as mentes dos povos não sejam cauterizadas.

Vemos o ministério missionário como o mais árduo e desafiador dos ministérios da Igreja. O que exige maior renúncia e o maior preparo também. Não pode ser desempenhado por novos convertidos ou por pessoas doentes de alma e de espírito. Precisa ser exercido por pessoas que se submetem à autoridade de pastores locais e tenham sido aprovados como obreiros em sua igreja. O missionário precisa estar debaixo da cobertura de sua igreja local.

Sendo assim, nosso objetivo é equipar missionários, não só na visão de guerra espiritual, bem como prepará-lo  no seu caráter, sua personalidade, intimidade com Deus, a fim de ser um muro de bronze, imbatível diante do inimigo.

Missionários com dois tipos de atuação, ou dois tipos de missionários:

1 – Intercessores estratégicos que irão para interceder, adorar, fazer pesquisa, mapear e preparar o terreno para os missionários evangelistas.

2 – Evangelistas e discipuladores que irão numa função pastoral, já para trabalhar numa igreja local apoiando ministérios.

5 Responses to “Nossa Visão: Missões na Visão Estratégica”

Deixe uma resposta